Secretário assina ofício para liberação de mais de R$ 3 milhões para PMA

16/02/2018 10h09 - Por: Assessoria

O secretário de Estado Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, assinou nesta quinta-feira (7), um ofício que garante o repasse total de R$ 3,3 milhões para a Polícia Militar Ambiental (PMA) de Mato Grosso do Sul. Os recursos são oriundos de um termo de cooperação celebrado pelo Governo do Estado, via Sejusp, com o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) em 5 de dezembro de 2001 que teve vigência até 5 de dezembro de 2006.

Conforme o secretário, o valor é proveniente das multas ambientais aplicadas pela PMA neste período, que serão utilizados para a realização de atividades de preservação do meio ambiente e dos recursos renováveis de Mato Grosso do Sul. "Esse é um dinheiro que chega em uma boa hora, uma vez que incrementará toda a nossa polícia", explicou.

Para o comandante da PMA, tenente-coronel Jefferson Vila Maior, esse dinheiro é fruto do trabalho desenvolvido pela corporação que tem atuado efetivamente para proteger as riquezas naturais do Estado. "Este repasse de recursos é de extrema importância para a PMA, pois com este investimento teremos condições de coibir a pesca e caça predatória, além da depredação do meio ambiente. Outro ponto importante é que, com o recurso, os militares têm melhores condições de trabalho para realizar uma fiscalização de mais qualidade", relatou o comandante.

A reunião para assinatura do ofício foi realizada no gabinete itinerante instalado no estande do Governo de Mato Grosso do Sul, na Expogrande, que é considerada a maior feira agropecuária do Centro-Oeste brasileiro. O secretário José Carlos Barbosa foi o primeiro a utilizar o espaço para despachar e fazer reuniões de trabalho.

Polícia Técnica e Científica

Ainda durante a tarde de ontem na Expogrande, o secretário de Estado Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, José Carlos Barbosa, participou de uma reunião de trabalho com o coordenador Geral de Perícias, José Bento Corrêa. O encontro também contou com a participação dos diretores do Instituto de Análises Laboratoriais Forenses (IALF), Josemirtes Fonseca, Instituto de Criminalística (IC), Eduardo Carvalho de Almeida, Instituto de Identificação (II), Rubens Cyles Pereira e do Instituto de Medicina e Odontologia Legal (IMOL), Marco Antônio Araújo de Mello.

A reunião foi classificada pelo secretário como bastante produtiva, e que teve o objetivo de conhecer a estrutura e as principais demandas desta área da segurança pública. "Assumimos essa pasta com uma determinação do governador, para que esforços não sejam medidos por parte de secretaria, com objetivo de proporcionar aos nossos profissionais da polícia técnica e cientifica seja em relação à estrutura física e equipamentos, mais qualidade", destacou José Carlos Barbosa.

Logo depois o secretário de Estado Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, conversou com o vereador da Capital, Lívio Viana, que também é presidente da Comissão de Segurança da Câmara de Campo Grande. Durante a reunião o parlamentar tratou com o secretário assuntos relacionados à segurança pública debatidos, durante audiência pública realizada na Câmara de Vereadores, no dia 6 de abril.



noticiaswebmaster