Secretário de Segurança conhece estruturas e resultados das ações da PM nos últimos 3 meses

16/02/2018 10h06 - Por: Assessoria

O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa participou na manhã desta quinta-feira (7), em Campo Grande, de uma reunião com o comandante-geral da Polícia Militar, Jorge Edgard Júdice Teixeira e com os comandantes das unidades da PM, para conhecer as estruturas e as principais demandas da instituição.

Os comandantes dos Comandos de Área, Comando de Policiamento Especializado e de Fronteira apresentaram ao secretário de Segurança dados das ações realizadas neste início de ano. De acordo com o coronel Waldir Acosta Ribeiro, comandante do Comando de Policiamento Metropolitano, a unidade responde hoje por uma área de mais de 50 mil quilômetros quadrados e atende mais de 600 mil bairros e uma população estimada de 1 milhão habitantes.

"Nós abordamos nos primeiros 3 meses deste ano mais de 15 mil pessoas, sendo de 621 delas foram conduzidas para as Delegacias da Polícia Civil. Removemos para o Detran 578 veículos dos mais de 11 mil que foram abordados, apreendemos 22 armas de fogo e prendemos mais de 130 foragidos da Justiça", explicou o comandante do CPM.

A Polícia Militar ainda apresentou a secretário de Segurança um mapa das demandas de atendimentos recebidas através do telefone 190. Segundo o coronel Luiz Altino, comandante do Centro Integrado de Operações (CIOPS), no último ano houve um crescimento de 13% no número de chamadas de emergência, que saltaram de 1.052 no primeiro trimestre de 2014, para 1.189 no mesmo período deste ano.

O secretário José Carlos Barbosa lembrou aos comandantes que eles tem na Sejusp um parceiro, que irá trabalhar com afinco na busca de recursos para melhorar as estruturas, comprar equipamentos, armas e insumos para as polícias. "O governador Reinaldo Azambuja já sinalizou que pretende realizar a compra de um grande número de viaturas que serão emprenhadas na realização do policiamento preventivo e ostensivo, para impedir que os crimes ocorram", destacou.

José Carlos Barbosa disse ainda que é meta da gestão motivar e valorizar os policiais, através da meritocracia e com a reestruturação das carreiras e salários.



noticiaswebmaster